UMA ANÁLISE ESPACIAL DO IMPACTO DAS INTERVENÇÕES PÚBLICAS SOBRE OS PREÇOS DOS TERRENOS URBANOS

Descrição e Termos:

Este trabalho tem como objetivo principal desenvolver uma metodologia para medir os impactos provocados por intervenções públicas sobre os preços de terrenos urbanos. Para realização do estudo considerou-se os efeitos provocados por uma limitação ao direito de construir em uma região na cidade do Recife, Pernambuco, Brasil, através de uma Lei Municipal promulgada em 2001 e os investimentos em infra-estrutura realizados dentro e fora desta região. Com base em uma amostra de 706 dados de mercado no período de 2000 a 2006, ajustado a um modelo espacial de preços hedônicos. Pelos resultados obtidos pode-se observar que este impacto somente começou a ter efeitos significativos a partir de 2003, alcançando o mais forte efeito em 2006, quando a valorização dos terrenos situados dentro dos da região atingida foi de 76,80% em relação ao ano de 2000, enquanto que no mesmo período os preços dos terrenos situados em bairros vizinhos não atingidos pela intervenção cresceram 156,97%. Na especificação do modelo são consideradas variáveis temporais e espaciais e a interação entre elas. Durante o tratamento foram encontradas fortes evidencias de efeitos de autocorrelação espacial nos resíduos do modelo clássico de regressão, razão pela qual foi utilizada a Econometria Espacial. Para o diagnóstico dos efeitos de dependência espacial levou-se em conta técnicas de geoestatística para construção da matriz de pesos espaciais, considerando-se o alcance do variograma como limite de contágio espacial.

Investimento: $ 4.17
(o pagamento pode ser realizado por cartão de crédito em até 12X)

Moeda